ÚLTIMA HORA: Adeptos do Sporting detidos por suspeitas de terrorismo e sequestro

ÚLTIMA HORA: Adeptos do Sporting detidos por suspeitas de terrorismo e sequestro

Quatro pessoas foram detidas na noite de quarta-feira por suspeitas de comparticipação na invasão e agressões aos jogadores e equipa técnica do Sporting na Academia de Alcochete em maio.

Fernando Mendes, ex-líder da Juventude Leonina e os outros três detidos após investigações na sede da claque e em Alvalade, foram por suspeitas de “comparticipação” na invasão violenta à Alcochete, anunciou a Procuradoria Distrital de Lisboa (PGDL).

De acordo com a PGDL, no decurso das investigações, os quatro detidos foram constituídos arguidos “por existirem fortes indícios de comparticipação” na invasão e agressões ocorridas na Academia do Sporting Clube de Portugal, a 15 de maio.

Diz ainda a PDGL que os factos em causa são “suscetíveis de integrar a prática dos crimes de introdução de lugar vedado ao público, ameaça agravada, ofensa à integridade física qualificada, sequestro, dano com violência, detenção de arma proibida agravada, incêndio florestal, resistência e coação sobre funcionário e terrorismo“.

Os quatro detidos serão presentes ao juiz de instrução criminal do Barreiro para aplicação de medida de coação adequada. A investigação prossegue e é dirigida pelo Ministério Público do Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa/sede, com a coadjuvação da PSP e da GNR-Unidade de Investigação.

LEIA MAIS: Mário Machado avança com candidatura à liderança da Juventude Leonina  e Proprietário do BMW que esteve na fuga de Alcochete: “Culpado é Bruno de Carvalho”


RELACIONADOS

ÚLTIMA HORA: Adeptos do Sporting detidos por suspeitas de terrorismo e sequestro

Quatro pessoas foram detidas na noite de quarta-feira por suspeitas de comparticipação na invasão e agressões aos jogadores e equipa técnica do Sporting na Academia de Alcochete em maio.