Mundial2018: Alemanha e Brasil dominaram, Islândia e Panamá as surpresas

Mundial2018: Alemanha e Brasil dominaram, Islândia e Panamá as surpresas

O Mundial de futebol de 2018 vai apresentar dois estreantes (Islândia e Panamá) e 20 repetentes de 2014, incluindo a campeã Alemanha, que venceu todos os jogos na qualificação, e o Brasil, dominador na América do Sul.

Redação, 24 mai (Lusa) — O Mundial de futebol de 2018 vai apresentar dois estreantes (Islândia e Panamá) e 20 repetentes de 2014, incluindo a campeã Alemanha, que venceu todos os jogos na qualificação, e o Brasil, dominador na América do Sul.


Os germânicos dominaram por completo o Grupo C da zona europeia, com 100 por cento de triunfos, com 43 golos marcados e apenas quatro sofridos. A Irlanda do Norte ficou em segundo, tendo depois sido eliminada no ‘play-off’, enquanto República Checa, Noruega, Azerbaijão e São Marino ficaram logo pelo caminho.


Também dominante, embora com números diferentes, esteve o Brasil na qualificação sul-americana, tendo vencido o grupo com 41 pontos, mais 10 que o Uruguai, segundo classificado, e sofrido apenas uma derrota, no Chile (2-0), logo na primeira jornada.


O terceiro posto foi para a Argentina, que em certa altura chegou a ter o apuramento em risco, enquanto Colômbia e Peru ficaram com os restantes lugares. Os peruanos ainda tiveram que ir a um ‘play-off’, em que bateram a Nova Zelândia, para garantir a qualificação, após 36 anos de ausência.


Depois da estreia num Europeu, em 2016, em que chegou aos quartos de final, a Islândia vai agora viver o seu primeiro Campeonato do Mundo, tudo devido a ter vencido o Grupo I e deixado pelo caminho Ucrânia e Turquia, relegando a Croácia para o ‘play-off’.


Só na última jornada é que Portugal garantiu a conquista do Grupo B, frente a Suíça, no único agrupamento europeu em que os dois primeiros terminaram com os mesmos pontos.


A França superou seleções com Suécia, Holanda e Bulgária no Grupo A, enquanto Sérvia ficou à frente de República da Irlanda e País de Gales no Grupo D.


No E, a Polónia superou Dinamarca, Montenegro e Roménia, enquanto a Inglaterra ficou à frente da Eslováquia e da vizinha Escócia no Grupo F.


A Espanha venceu o Grupo G, à frente da Itália, tendo cedido apenas um empate, e a Bélgica dominou o Grupo H, terminando com nove pontos de vantagem sobre a Grécia, segundo.


Suíça, Suécia, Croácia e Dinamarca aproveitaram o ‘play-off’ europeu e asseguram um lugar na Rússia.


O outro estreante é o Panamá, que conseguiu o inesperado apuramento na última jornada da zona da América do Norte, Central e Caraíbas, com o terceiro lugar.


Nessa ronda, a seleção panamiana venceu em casa a favorita Costa Rica, por 2-1, e beneficiou da surpreendente derrota dos Estados Unidos em Trindade e Tobago (2-1). O México venceu com alguma tranquilidade o grupo, enquanto os costa-riquenhos foram segundos classificados.


Na zona asiática, o Irão, de Carlos Queiroz, conquistou o Grupo A sem ter sofrido qualquer derrota e com apenas dois golos sofridos nos 10 jogos disputados. No segundo lugar, a sete pontos, ficou a Coreia do Sul, que também vai estar este verão na Rússia.


O Grupo B foi bem mais disputado, com o Japão a assegurar o primeiro lugar com 20 pontos, mais um que Arábia Saudita, segundo, e Austrália, que acabou por eliminar primeiro a Síria e depois as Honduras no ‘play-off’ para assegurar um lugar no Mundial.


Na qualificação africana, a Tunísia foi a seleção que mais dificuldade teve em assegurar um lugar, tendo conquistado o Grupo A com apenas um ponto de vantagem sobre a República Democrática do Congo, segunda posicionada.


No Grupo B, a Nigéria deixou pelo caminho os Camarões, detentores do título africano, enquanto Marrocos, adversário de Portugal, superou a Costa do Marfim no Grupo C. O Senegal foi o ‘carrasco’ de Cabo Verde no Grupo D e Egito ultrapassou o Gana no Grupo E.


O Mundial de 2018 realiza-se na Rússia, de 14 de junho a 15 de julho de 2018.



LG // PFO

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Mundial2018: Alemanha e Brasil dominaram, Islândia e Panamá as surpresas

O Mundial de futebol de 2018 vai apresentar dois estreantes (Islândia e Panamá) e 20 repetentes de 2014, incluindo a campeã Alemanha, que venceu todos os jogos na qualificação, e o Brasil, dominador na América do Sul.