Mundial 2018: Bert van Marwijk vai comandar a Austrália na fase final

Mundial 2018: Bert van Marwijk vai comandar a Austrália na fase final

O treinador holandês Bert van Marwijk vai comandar a Austrália no Mundial2018 de futebol, que arranca a 14 de junho, na Rússia, tendo assinado um contrato de curta duração com a federação australiana, anunciou hoje o organismo.

Sydney, Austrália, 24 jan (Lusa) — O treinador holandês Bert van Marwijk vai comandar a Austrália no Mundial2018 de futebol, que arranca a 14 de junho, na Rússia, tendo assinado um contrato de curta duração com a federação australiana, anunciou hoje o organismo.


Bert van Marwijk, de 65 anos, levou a Holanda à final do Mundial2010, que decorreu na África do Sul, e estava no desemprego após ter sido dispensado pela Arábia Saudita no final de 2017, apesar de ter qualificado a seleção asiática para o Campeonato do Mundo.


“É um treinador que conhece bem a equipa da Austrália. Quando estava na Arábia Saudita, por ser adversário, estudou muito a Austrália e sabe bem qual o seu estilo de jogo”, afirmou o presidente da federação australiana, Steve Lowy.


De acordo o dirigente, para já, Bert van Marwijk assinou um contrato para liderar a Austrália apenas no Mundial2018, mas a ligação poderá estender-se após a competição.


O técnico holandês sucede nos ‘Socceroos’ a Ange Postecoglou, responsável pelo apuramento para o próximo Mundial, que abandonou o cargo devido a questões pessoais.


Além de ter sido selecionador holandês e de ter comandado a Arábia Saudita, Bert van Marwijk passou vários anos pelo Feyenoord, tendo conquistado a Taça UEFA em 2001/02, e também teve uma passagem pelo futebol alemão, através do Borussia Dortmund e do Hamburgo.


No Mundial2018, a Austrália vai disputar o Grupo C, com França, Dinamarca e Peru.



LG // PFO

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Mundial 2018: Bert van Marwijk vai comandar a Austrália na fase final

O treinador holandês Bert van Marwijk vai comandar a Austrália no Mundial2018 de futebol, que arranca a 14 de junho, na Rússia, tendo assinado um contrato de curta duração com a federação australiana, anunciou hoje o organismo.