Portugal recebe pela primeira vez o Campeonato Europeu de Parapente em julho

Portugal recebe pela primeira vez o Campeonato Europeu de Parapente em julho

O Campeonato da Europa de Parapente realiza-se este ano pela primeira vez em Portugal, que estará representado por uma equipa de sete pilotos, que aspira integrar o top 10, adiantou à Lusa fonte da organização.

Montalegre, Vila Real, 01 jun (Lusa) — O Campeonato da Europa de Parapente realiza-se este ano pela primeira vez em Portugal, que estará representado por uma equipa de sete pilotos, que aspira integrar o top 10, adiantou hoje à Lusa fonte da organização.


A prova, que se realizará na vila de Montalegre, no distrito de Vila Real, entre 16 e 28 de julho, vai reunir mais de 150 pilotos de toda a Europa — num total de cerca de 40 equipas — e países convidados, entre os quais Austrália, China, Japão e Rússia.


O selecionador nacional de Parapente, Luís Miguel Matos, que convocou Carlos Lopes, Eusébio Soares, José Rebelo, Nuno Virgílio, Paulo Silva, Sílvia Ventura e Tabanez Fonseca, explicou, em comunicado, que estes integram uma equipa cujas performances aos níveis da capacidade técnica de voo, tática, análise e maturidade competitiva se revelam únicas.


De acordo com o técnico, esta conjugação permite à equipa tomar uma estratégia de ataque constante, acrescentando que será legítimo pensar ter a equipa portuguesa no top 10 e pilotos individuais entre os 20 melhores.


Evidenciando o facto de ser a primeira vez que Portugal tem uma equipa com sete pilotos, Luís Miguel Matos considerou que isso potencia as probabilidades de ter pilotos portugueses bem colocados numa base diária, numa prova em que somente dois pilotos pontuam diariamente para a classificação coletiva.


“Por outro lado, o facto de jogarmos em casa dá alguma vantagem pelo conhecimento do terreno e das suas condições, ainda que Montalegre seja uma região bastante conhecida da comunidade competitiva internacional”, adiantou.


Já na classificação feminina deste campeonato participam 24 pilotos, sendo Portugal representado por Sílvia Ventura, enfermeira de 49 anos e praticante da modalidade há 25.


Confiante, a piloto espera conseguir ficar a meio da tabela classificativa, nomeadamente entre o 10.º e 15.º lugar.


Esta é a segunda vez que Montalegre recebe uma prova “Categoria 1” da Federação Aeronáutica Internacional (FAI), depois de em 2003 ter sido palco do Mundial de Parapente.



SYF // RPM

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Portugal recebe pela primeira vez o Campeonato Europeu de Parapente em julho

O Campeonato da Europa de Parapente realiza-se este ano pela primeira vez em Portugal, que estará representado por uma equipa de sete pilotos, que aspira integrar o top 10, adiantou à Lusa fonte da organização.