Roland Garros: Paris perde Serena, por lesão, e também Wozniacki

Roland Garros: Paris perde Serena, por lesão, e também Wozniacki

Os quartos de final de Roland Garros ficaram hoje definidos e logo com duas surpresas no setor feminino, com a desistência por lesão de Serena Williams e a eliminação da segunda cabeça de série, Caroline Wozniacki.

Paris, 04 jun (Lusa) – Os quartos de final de Roland Garros ficaram hoje definidos e logo com duas surpresas no setor feminino, com a desistência por lesão de Serena Williams e a eliminação da segunda cabeça de série, Caroline Wozniacki.


Dia tranquilo no torneio francês do ‘Grand Slam’ de ténis para os primeiros favoritos, Rafael Nadal e Simona Halep, e ainda para outros candidatos fortes, como Marin Cilic e Garbine Muguruza.


A norte-americana Serena Williams desistiu pela primeira vez durante um ‘Grand Slam’, minutos antes de defrontar a russa Maria Sharapova, nos oitavos de final, devido a problemas musculares.


“Infelizmente tenho tido alguns problemas com o musculo peitoral direito, neste momento não consigo servir e torna-se muito difícil jogar com esta limitação física”, afirmou a vencedora de 23 ‘majors’, que esteve mais de um ano parada depois de ter sido mãe.


O abandono da 451.ª do ‘ranking’ WTA, antiga número um mundial, de 36 anos, ocorre um dia depois da eliminação na competição de pares, na qual estava com a irmã Venus.


“É muito frustrante, porque desperdicei tanto tempo com a minha filha e a minha família por isto […]. Nunca senti isto na minha vida, é muito doloroso. Já tive muitas lesões, mas esta nunca. E a cada jogo sentia que estava a melhorar, fisicamente estive bem. Só posso pensar que ainda vou melhorar”, afirmou, em conferência de imprensa, minutos antes da hora prevista para o jogo.


Com o abandono de Serena, Sharapova, 30.ª do mundo, avança para os quartos de final pela nona vez, fase em que vai defrontar a espanhola Garbine Muguruza, terceira da hierarquia, que afastou a ucraniana Lesia Tsurenko, 39.ª.


Muguruza também chega folgada aos ‘quartos’, já que ‘quase nada’ teve de jogar hoje – nem 20 minutos, o tempo que levou Tsurenko para abandonar, com 2-0 no ‘primeiro set’, já que a dor numa perna começava a ficar insuportável.


A outra surpresa, além de Serena, foi a queda da dinamarquesa Caroline Wozniacki, aos pés da russa Daria Kasatkina.


O jogo vinha de domingo, então interrompido por falta de luz, e o adiamento foi claramente favorável à 14.ª da hierarquia mundial, que resolveu tudo em mais três jogos. No conjunto dos dois dias, 7-6 (7-5) e 6-3, em uma hora e 57 minutos.


Wozniacki continua sem passar dos quartos de final em Paris, enquanto Kasatkina, de 21 anos, chega pela primeira vez a esta fase num torneio do ‘Grand Slam’. A missão continua difícil, pois a próxima oponente é a norte-americana Sloane Stephens, vencedora do último Open dos Estados Unidos.


Quem selou os seus compromissos de hoje com vitórias fáceis foram a romena Simona Halep, líder do ‘ranking’, e a alemã Angelique Kerber, a 12.ª do torneio.


Ainda em busca do seu primeiro título num ‘major’, a romena venceu a belga Elise Mertens, 16.ª do mundo, por 6-2 e 6-1, em apenas 59 minutos.


Kerber será a sua próxima adversária. Também ela teve uma jornada calma, com 6-2 e 6-3 sobre Caroline Garcia, a deixar a França sem um representante sequer nos ‘quartos’ do torneio parisiense.


No torneio masculino, o espanhol Rafael Nadal continua a ‘correr’ para a ‘undécima’, e sem ceder ‘sets’.


O líder do ‘ranking’ elevou para 13 encontros consecutivos em Paris sem perder qualquer parcial e a última vítima foi o alemão Maximilian Marterer, 70.º da lista. Os números finais de hoje foram 6-3, 6-2 e 7-6 (7-4), em duas horas e 30 minutos.


O detentor do troféu vai agora defrontar o argentino Diego Schwartzmann, 11.º cabeça de série, que afastou o sul-africano Kevin Anderson, sexto, por 1-6, 2-6, 7-5, 7-6 (7-0) e 6-2.


A argentina é mesmo a nação dominante nos ‘quartos’, já que Juan Martin del Potro (5.º) carimbou o apuramento face ao norte-americano John Isner (9.º), com um triplo 6-4.


Finalmente, Marin Cilic, quarto jogador mundial, afastou o italiano Fabio Fognini (18.º), em cinco ‘sets’ – 6-4, 6-1, 3-6, 6-7 (4-7) e 6-3 foram os parciais. O croata repete assim os ‘quartos’ de 2017.


Terça-feira, o destaque vai para o confronto entre o austríaco Dominic Thiem (7.º) e o alemão Alexander Sverev (2.º).


No programa masculino há também o sérvio Novak Djokovic (20.º) contra o italiano Marco Cecchinato, enquanto que, em femininos, jogam a norte-americana Sloane Stephens (10.ª) contra a russa Daria Kasatkina (14.ª) e a cazaque Yulia Putintseva face à também norte-americana Madison Keys (13.ª).



FB // PFO

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Roland Garros: Paris perde Serena, por lesão, e também Wozniacki

Os quartos de final de Roland Garros ficaram hoje definidos e logo com duas surpresas no setor feminino, com a desistência por lesão de Serena Williams e a eliminação da segunda cabeça de série, Caroline Wozniacki.