Facebook

Facebook: Uma senhora de peito grande pediu-me amizade

Rui Lourenço, especialista em comunicação digital, relata um conto que podia ser erótico mas que revela os meandros da chantagem através do Facebook.

Aviso: embora esta história esteja escrita no masculino o esquema não é exclusivo deste sexo e existem cada vez mais casos onde o alvo são as mulheres.

Nuno recebeu um pedido de amizade. Talvez um amigo da tropa, pensou, ou alguém lá do bairro ou do emprego. Mas não, o convite era de uma desconhecida, ainda por cima uma desconhecida gira, peito grande e sorriso largo. O Nuno não pensou duas vezes, estava curioso, aceitou o pedido com rapidez e percorreu as fotos de perfil da desconhecida, viu todos os decotes, todas as poses provocantes e as insinuações que escrevia ao longo dos posts onde outros homens a elogiavam e faziam a corte de todas as maneiras possíveis.

“Deve ter sido engano”, pensou, ou então, “ela gostou da foto de camisola de alças que tenho no perfil, nestas coisas nunca se sabe o que vai na cabeça de uma mulher”.Passadas algumas horas, chegou pelo chat a primeira mensagem, um “olá”, um emoji com a língua de fora e um elogio pelo meio. Nuno respondeu, disse olá, elogiou a desconhecida e deu a conversa mais melosa que o engenho e a arte lhe permitiram. Daí até ela começar a enviar fotos mais ousadas foi um pequeno caminho, uma depois outra, um peito de fora, um vídeo.

Nuno estava oficialmente cego, patareco, alienado da realidade do seu mundo,completamente embalado por uma desconhecida que o provocava sexualmente.Agora é a tua vez, escreveu ela, quero ver-te…Ele engoliu em seco, teve medo mas não teve vergonha, olhou à sua volta, ninguém em casa, filhos da escola, esposa no emprego por turnos, tudo controlado, pensou: “se ela me mandou é natural que queira que lhe mande”. Telemóvel na mão, dedo na câmara, posição, ação, enviar…

 

“Nuno estava oficialmente cego, patareco, alienado da realidade do seu mundo,completamente embalado por uma desconhecida que o provocava sexualmente”

 

Do lado de lá o silêncio.

Passou um minuto, 5 minutos, 10 minutos, nada…que teria o Nuno feito mal? Será que ela não tinha gostado do que viu? Todas as interrogações lhe passaram pela cabeça, todas menos uma, a resposta chegou finalmente uma hora depois.

“Olá, tens 48 horas para transferir 5000 euros para a conta que te vamos indicar ou mostramos a tua foto a todos os teus amigos e família”

E assim começou o pesadelo do Nuno.O caso do Nuno não é ficção, aconteceu, e acontece todos os dias. De nada vale culpar o Facebook, as redes sociais não são culpadas dos comportamentos de quem as usa. A criatividade criminosa de quem tenta se aproveitar das redes sociais para faturar e chantagear os utilizadores nunca nos vai cansar de surpreender. Este esquema da chantagem sexual através do Facebook é apenas um dos mais recentes, mas existem algures no mundo, uma série enorme de “empreendedores” dedicados a este tipo de atividade lucrativa.

 

Se for alvo de chantagem online, não ceda, não pague

 

É fácil reconhecer este tipo de atividade: apenas necessita de estar atento e não aceitar qualquer pedido sem primeiro verificar uma série de dados sobre quem lhe pede amizade. Para o esquema, são normalmente utilizados perfis recentes, com poucos amigos e muito poucas publicações para mostrar. As fotos de perfil de mulheres e homens com pouca roupa fazem o resto da magia.

O melhor é ignorar, se possível denunciar este tipo de perfis.  O Facebook atua sempre sobre estas situações, eliminando o que é falso, mas até a situação ser detetada os criminosos vão procurando as suas vítimas entre as linhas de código.

Se, mesmo com todos os avisos, for alvo de uma atividade deste tipo, não ceda, não pague.

Se o fizer eles vão sempre pedir mais e mais. A Polícia será sempre o seu melhor amigo e, em Portugal, existe por parte das autoridades um conhecimento real das situações. Eles vão conseguir ajudar.

Já agora, eu sou o Rui Lourenço, e vou andar por aqui a escrever sobre redes sociais.Embora este espaço não seja um consultório sobre o tema, tenho todo o gosto em ajudar a esclarecer alguma dúvida ou curiosidade que possam ter 🙂

Rui Lourenço é especialista em comunicação digital

Popular Jump


ÚLTIMOS ARTIGOS

Facebook: Uma senhora de peito grande pediu-me amizade

Rui Lourenço, especialista em comunicação digital, relata um conto que podia ser erótico mas que revela os meandros da chantagem através do Facebook.