Capa da revista Nova Gente sobre o que faz Marcelo Rebelo de Sousa às escondidas

Marcelo vale por três

Se alguma alminha pensou que o facto de ter namorada há muitos anos, mas não ser casado – e não ter uma primeira-dama ao seu lado –, lhe viria a causar problemas, enganou-se redondamente

Cavaco Silva deixou Belém com a popularidade nas ruas da amargura e Marcelo Rebelo de Sousa não precisou de muito tempo para atingir níveis nunca vistos. Tornou-se um fenómeno devido ao seu estilo próximo das pessoas. Fez (e faz) uma política diferente e isso tornou-o um verdadeiro pop star.

No artigo que faz capa nesta edição são relatados alguns episódios em que se percebe que, neste momento, ninguém consegue travar as intenções e ideias de Marcelo. Se a agenda pública tem dois ou três eventos marcados para aquele dia, ele consegue chegar à noite e contabilizar o dobro. Como sabemos nós disso? Autoriza que, quem o recebe, partilhe as fotografias nas redes sociais. Mas não é só.

Marcelo não está a representar, não construiu um boneco e não força os afetos

Ainda no último domingo, 15, contaram-nos que esteve à conversa com sete homens. Depois de largos minutos com eles, foi a uma das suas pastelarias preferidas e, quando voltou, trouxe-lhes uma caixa de pastéis de nata. Não estavam televisões, não estavam fotógrafos, estavam pessoas que contaram o sucedido. Relato que nos chegou. São estes episódios, como aquele em que se deixou fotografar por um anónimo enquanto engraxava os sapatos e a foto se tornou viral, que demonstram algo muito simples: Marcelo não está a representar, não construiu um boneco e não força os afetos. Sai-lhe naturalmente e isso também lhe está a dar margem para ter crédito quando errar. Pode ser cedo, mas arrisco a dizer que, com Marcelo, esta Presidência da República já vale o dobro.

Marcelo vale por… bom, por dois Cavacos e uma primeira-dama. Como diria António Guterres, é só fazer as contas

E se alguma alminha pensou que o facto de ter namorada há muitos anos, mas não ser casado – e não ter uma primeira-dama ao seu lado –, lhe viria a causar problemas, enganou-se redondamente. Marcelo já chegou a estar em eventos ao lado de várias antigas primeiras-damas. E, como a NOVA GENTE aqui relata, até o gabinete destinado a essa presença feminina foi extinto do Palácio de Belém. É que, neste momento, Marcelo vale por… bom, por dois Cavacos e uma primeira-dama. Como diria António Guterres, é só fazer as contas.

Humberto Simões, diretor da Nova Gente

ÚLTIMOS ARTIGOS

Marcelo vale por três

Se alguma alminha pensou que o facto de ter namorada há muitos anos, mas não ser casado – e não ter uma primeira-dama ao seu lado –, lhe viria a causar problemas, enganou-se redondamente