Bárbara Bandeira apresenta primeiro trabalho discográfico físico

Bárbara Bandeira,de 16 anos, colocou no mercado o primeiro trabalho discográfico em formato físico e contou com o apoio de muitas caras conhecidas

Foi nos estúdios da Valentim de Carvalho, em Paço de Arcos, Oeiras, que Bárbara Bandeira apresentou o seu primeiro trabalho discográfico físico.

«Cartas», é este o nome do EP dado a conhecer na sexta-feira, oito de junho, faz-se compor por cinco músicas originais – «Friendzone», «A Última Carta», «Nem Sequer Doeu», «Como Sou», e a mais recente, «E se eu». Na equipa de produção estão nomes consagrados do panorama musical português como Agir, João Direitinho e Klassxzik. Todas os, com exceção de uma faixa, foram escritas pela estudante do 10.º ano.

Com o estúdio três da produtora de música repleto de fãs, amigos e familiares (o pai Rui Bandeira, a mãe Siara e o irmão Tiago), a jovem de 16 anos de idade encantou toda a audiência, tendo até preparado uma surpresa: a presença do cantor e compositor Agir que até chegou a interpretar o primeiro êxito, «A Última Carta» em dueto neste apresentação.

Ao site da Nova Gente, a vencedora do Globo de Ouro Revelação 2018 assumiu estar a passar por uma fase muito positiva na carreira. «Este dia representa muito para mim. É a concretização de um sonho. Finalmente consigo mostrar a quem gosta de mim o meu trabalho em forma de álbum físico» começou por afirmar a filha mais velha do cantor Rui Bandeira.

Sobre as músicas que compõem este «Cartas», a menina da margem sul do Tejo garantiu que se trata de um «trabalho muito pessoal» e que «nada do que ali está escrito e é cantado é escrito sem reflexão». Aproveitando a «deixa» de Bárbara sobre as letras das canções, o nosso site questionou-a se estaria apaixonada, pergunta à qual respondeu de forma evasiva.

LEIA AINDA: Bárbara Bandeira vence globo de prémio revelação e afirma: «Não ando aqui a brincar!» 

Bárbara Bandeira, que começou a ser conhecida do público após ter participado nos programas infantis «Uma Canção Para Ti» (TVI) e «The Voice Kids» (RTP1), ganhou projeção a nível nacional quando se iniciou na produção de vídeos de músicas de outros cantores na Internet e é isso mesmo que o pai da adolescente e também cantor destaca. «Tenho muito orgulho no que ela tem feito, ela desde pequena que quis isto, participou naqueles programas de talentos e depois disso, por iniciativa própria, começou a fazer ‘covers’ de outros artistas e, com este percurso, chegou aqui, ao lançamento do primeiro ‘EP’», declarou em tom vaidoso o intérprete de «Tudo por Amor».

Para além de Agir, que subiu ao palco com a antiga participante de «talento-shows», foram várias os rostos conhecidos a marcarem presença na primeira fila do espetáculo de lançamento. Entre youtubers, instagramers, jovens atores e cantores, o casal Sara Carreira e João Cravinho, os namorados Blaya e Pedro Russo com a recém-nascida AuraDavid Carreira, o cantor Neal e os D.A.M.A evidenciaram-se no conjunto de todo o público.

Quando questionados sobre uma declaração à comunicação social, nenhuma das figuras públicas demostrou disponibilidade para tal, alegando todos que a razão por que estavam naquele espetáculo prendia-se por «factores de amizade a Bárbara» e não como uma «presença enquanto figuras públicas».

Com agenda cheia de concertos em todos os meses do verão, mas sem descuidar dos estudos, Bárbara promete um álbum completo já para o próximo ano, porém, sem revelar a data prevista de chegada ao mercado. «Vou continuar a compor e a trabalhar, sem pressas, quando o álbum estiver pronto, ponho-o cá fora», garantiu em jeito de conclusão.

O que é um EP?

O termo «EP» tem origem na língua inglesa inglês e corresponde à abreviatura de «extended play». De modo genérico, um «EP» é uma obra musical que contém mais músicas do que um «single», que normalmente só conta com a canção de lançamento e mais um duas faixas remixadas.

O «EP» é assim um «single» estendido, com mais canções, podendo conter até seis canções, posicionando-se como um intermediário entre um «single» e um álbum (que, em geral, possui de 10 a 12 faixas).

Texto: João Monteiro de Matos | Fotos: Zito Colaço

 


RELACIONADOS

Bárbara Bandeira apresenta primeiro trabalho discográfico físico

Bárbara Bandeira,de 16 anos, colocou no mercado o primeiro trabalho discográfico em formato físico e contou com o apoio de muitas caras conhecidas