Rock in Rio-Lisboa baniu copos de plástico descartáveis

Rock in Rio-Lisboa baniu copos de plástico descartáveis

Iniciativa procura combater o desperdício de recursos, provocado pelos copos de plástico descartáveis. Copos serão oferecidos aos festivaleiros, dentro da Cidade do Rock, e quem os reutilizar terá desconto na bebida.

Tentar chegar aos amigos na outra ponta do palco e pelo caminho ir pisando copos de plástico não é coisa que lhe vá acontecer nesta próxima edição do Rock in Rio- Lisboa.

Na 8.ª edição do festival, que se realiza já nos próximos dias 23, 24, 29 e 30 de junho, os copos de plástico descartáveis não têm lugar. O festival acaba de lançar uma coleção exclusiva de copos reutilizáveis, como forma de combater o desperdício de recursos, que serão oferecidos aos consumidores de bebida dentro Cidade do Rock.

Para quem quiser beber no recinto,  há uma coleção de 10 copos diferentes, cujo design surge inspirado no movimento Pop Art.  Há três medidas disponíveis – 25cl, 40cl e 50cl – e todos aqueles que reutilizarem o copo terão um desconto na bebida (Super Bock, Somersby, 7Up e outros refrigerantes), além de poderem levar o copo consigo para casa no final do evento.

«Em 2008, ano em que o Rock in Rio formalizou a parceria com a Sociedade Ponto Verde, começámos a contabilizar os resíduos encaminhados para reciclagem. No total destas cinco edições reciclámos, já, mais de 174 toneladas de plástico, latas e ECAL (tetrapak), o que representa uma média de 34 toneladas por edição, sendo a maioria resíduo plástico», afirma Roberta Medina, Vice-Presidente Executiva do Rock in Rio.

«Na última edição de Lisboa valorizámos e reciclámos 100% dos resíduos. Ou seja, apesar de já apresentarmos uma excelente taxa de reciclagem e valorização, ao adotarmos esta medida dos copos reutilizáveis para consumo de bebida dentro do recinto poderemos, também, diminuir significativamente os resíduos produzidos, enquanto incentivamos o nosso público para uma atitude mais sustentável.», acrescenta.
Esta medida, acredita a organização, permitirá uma poupança de cerca de 60.000 litros de água em cada edição. O compromisso do festival por um planeta mais saudável fez, aliás, do Rock in Rio o único festival certificado nacionalmente com a norma ISO 20121 – Eventos Sustentáveis.

Mas o festival não se fica por aqui. No âmbito do propósito do Rock in Rio, «Por um Mundo Melhor», a organização já anunciou o plano de mobilidade que, esta edição, terá número recorde de operadores, com o objetivo de incentivar a utilização dos transportes públicos e coletivos. Esta operação envolve o reforço e prolongamento de horários nos principais serviços urbanos (como o caso do Metro, que em dias de evento estará a funcionar até às 03h00, nas 4 linhas) e mais opções nos tipos de transporte, além de maior abrangência nacional.

LEIA MAIS: Revenge of the 90’s no Rock in Rio-Lisboa? Sim!


RELACIONADOS

Rock in Rio-Lisboa baniu copos de plástico descartáveis

Iniciativa procura combater o desperdício de recursos, provocado pelos copos de plástico descartáveis. Copos serão oferecidos aos festivaleiros, dentro da Cidade do Rock, e quem os reutilizar terá desconto na bebida.