Feira em Arraiolos expõe os tradicionais tapetes na rua a partir de hoje

Feira em Arraiolos expõe os tradicionais tapetes na rua a partir de hoje

Dezenas de exemplares dos tradicionais tapetes de Arraiolos estão, desde hoje, em exposição nesta vila alentejana, estendidos pelas ruas ou pendurados em portas, janelas e varandas, por ocasião do certame “O Tapete está na Rua”.

Dezenas de exemplares dos tradicionais tapetes de Arraiolos estão, desde hoje, em exposição nesta vila alentejana, estendidos pelas ruas ou pendurados em portas, janelas e varandas, por ocasião do certame “O Tapete está na Rua”.

Promovido pela Câmara Municipal de Arraiolos, no distrito de Évora, o evento vai decorrer até ao dia 17 deste mês, no centro histórico da vila, e o programa inclui também espetáculos musicais, artesanato, gastronomia, colóquios e debates sobre a tapeçaria local.

A feira “tem como motivo o ‘Tapete de Arraiolos’, parte integrante da história do concelho” e “indissociável da vida socioeconómica” local “nos últimos séculos”, realçou a presidente da câmara, Sílvia Pinto.

A tapeçaria de Arraiolos, acrescentou a autarca, é “uma das mais genuínas” expressões artísticas de Portugal e reveste-se de “enorme significado para o artesanato português”.

Durante o certame, segundo Sílvia Pinto, estão em exposição no centro histórico “dezenas de exemplares de tapetes, matizando de mil cores o casario branco característico de Arraiolos e do Alentejo”.

O município, que aguarda há vários anos pela certificação dos tradicionais tapetes e que já criou um centro interpretativo, pretende dar continuidade ao processo de candidatura do Tapete de Arraiolos a Património Cultural Imaterial da Humanidade, da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).

Segundo a autarca, é necessário proceder à “certificação adequada” dos tradicionais tapetes, porque “não pode continuar” a ser “negado o valor económico, patrimonial e cultural” deste produto artesanal.

É, pois, frisou, “necessário criar o Centro para a Promoção e Valorização do Tapete de Arraiolos, em conformidade com as deliberações da Assembleia da República, sempre tomadas por unanimidade e ignoradas pelos sucessivos governos”.

O programa do certame, que arranca oficialmente às 18:00 de hoje, inclui, no que à “banda sonora” diz respeito, no primeiro dia, o espetáculo “A Guitarra Portuguesa e o Fado Dançado” e as atuações de Fernando Daniel e DJ Toy + Interações.

HMB, Carlos Leitão, Vento Suão, Moenga Blues, Tiago Bettencourt, Fénix Band, Resistência, Maffa Jaffa e Cuca Roseta são outros dos artistas que vão atuar na feira, com espetáculos na Praça do Município.

Uma feira do livro, animação de rua, vinhos, doçaria tradicional e a empada de Arraiolos são outros dos “ingredientes” do certame.

Do Tapete de Arraiolos, bordado a lã sobre tela, com a técnica do ponto cruzado oblíquo, denominada “Bordado de Arraiolos”, conhecem-se referências desde os finais do século XVI (1598), com origem na vila alentejana com o mesmo nome, povoada no princípio do mesmo século por mouros e judeus, expulsos da mouraria de Lisboa por D. Manuel I.

 


RELACIONADOS

Feira em Arraiolos expõe os tradicionais tapetes na rua a partir de hoje

Dezenas de exemplares dos tradicionais tapetes de Arraiolos estão, desde hoje, em exposição nesta vila alentejana, estendidos pelas ruas ou pendurados em portas, janelas e varandas, por ocasião do certame “O Tapete está na Rua”.