Luis Botelho Miguel toma posse como comandante-geral da GNR

Luis Botelho Miguel toma posse como comandante-geral da GNR

O tenente-general Luís Francisco Botelho Miguel toma posse como comandante-geral da Guarda Nacional Republicana (GNR), substituindo no cargo o general Manuel Mateus Couto.

Lisboa, 04 jun (Lusa) – O tenente-general Luís Francisco Botelho Miguel toma hoje posse como comandante-geral da Guarda Nacional Republicana (GNR), substituindo no cargo o general Manuel Mateus Couto.


Oficial do Exército, Botelho Miguel ocupava desde 2016 até agora o cargo de segundo comandante-geral da GNR, tendo entrado para a corporação em 2010.


Botelho Miguel, 59 anos (40 de serviço) é licenciado em Engenharia de Sistemas Decisionais e mestre em Ciências-militares, tendo repartido a carreira pelo Exército, Estado Maior General das Forças Armadas e também por organismos externos.


Na GNR foi até agora adjunto do comandante operacional, e comandante da Unidade de Intervenção, do Comando da Administração dos Recursos Internos e do Comando Operacional.


Teve até agora 12 louvores, além de várias condecorações.


Na cerimónia de posse, hoje de manhã, no Ministério da Administração Interna, estarão presentes o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, e o ministro da Defesa, Azeredo Lopes.



CC/FP // HB

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Luis Botelho Miguel toma posse como comandante-geral da GNR

O tenente-general Luís Francisco Botelho Miguel toma posse como comandante-geral da Guarda Nacional Republicana (GNR), substituindo no cargo o general Manuel Mateus Couto.