China pede aos EUA ambiente

China pede aos EUA ambiente “justo e transparente” para as suas empresas

O Governo chinês pediu aos Estados Unidos que facilitem “um ambiente justo e transparente para que as empresas chinesas operem e invistam”, em resposta à denúncia de acesso a dados do Facebook por grupos tecnológicos chineses.

Pequim, 06 jun (Lusa) – O Governo chinês pediu hoje aos Estados Unidos que facilitem “um ambiente justo e transparente para que as empresas chinesas operem e invistam”, em resposta à denúncia de acesso a dados do Facebook por grupos tecnológicos chineses.


O Facebook admitiu hoje ter partilhado dados de utilizadores com quatro empresas chinesas, incluindo o grupo de telecomunicações Huawei, considerado por Washington uma ameaça à segurança nacional, agravando a pressão sobre a sua política de privacidade.


A porta-voz do ministério chinês dos Negócios Estrangeiros, Hua Chunying, disse em conferência de imprensa que o ministério não comenta o caso, por se tratar de “cooperação entre empresas privadas”, mas insistiu na necessidade de que os EUA tratem de forma justa e transparente as firmas chinesas.


O Huawei esteve sob investigação pelo Congresso dos Estados Unidos, que num relatório de 2012 alega que a firma tem uma relação próxima com o Partido Comunista Chinês. Agências governamentais e o exército norte-americano baniram recentemente telemóveis fabricados pela Huawei, devido a questões de segurança.



JPI // FPA

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

China pede aos EUA ambiente “justo e transparente” para as suas empresas

O Governo chinês pediu aos Estados Unidos que facilitem “um ambiente justo e transparente para que as empresas chinesas operem e invistam”, em resposta à denúncia de acesso a dados do Facebook por grupos tecnológicos chineses.