Líder interino da Renamo diz que se sente mais seguro no centro de Moçambique

Líder interino da Renamo diz que se sente mais seguro no centro de Moçambique

O líder interino da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), Ossufo Momade, justificou com questões de segurança a sua mudança para a Serra da Gorongosa, escreve o semanário Canal de Moçambique.

Maputo, 06 jun (Lusa) – O líder interino da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), Ossufo Momade, justificou com questões de segurança a sua mudança para a Serra da Gorongosa, escreve hoje o semanário Canal de Moçambique.


“Aqui é o lugar onde me sinto bem, agora que estou a coordenar a Comissão Política da Renamo. Estando na posição em que estou, na cidade não há segurança”, refere Momade, que surge na capa do jornal.


A deslocação foi anunciada na segunda-feira pelo porta-voz do órgão máximo daquele que é o principal partido da oposição.


O coordenador interino anunciado a 05 de maio, dois dias depois da morte do histórico líder da Renamo, Afonso Dhlakama, segue as pisadas do antecessor, que morreu em Satungira, Serra da Gorongosa, onde estava refugiado desde 2015.


Já antes, noutra ocasiões, era para ali que se deslocava quando se sentia ameaçado.


“Preferi vir para aqui e passar a viver com os meus colegas. Aqui sinto-me mais protegido”, acrescenta Ossufo Momade.


O dirigente esclarece que não se deslocou para a Gorongosa “para pegar em armas”, referindo que pretende “ficar quieto”, como Dhlakama, promovendo a paz e o cessar-fogo em vigor desde final de 2016.


A par do anúncio feito na segunda-feira, a Renamo reiterou a intenção de dar continuidade às negociações de paz em curso com o Presidente moçambicano, Filipe Nyusi.



LFO // FPA

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Líder interino da Renamo diz que se sente mais seguro no centro de Moçambique

O líder interino da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), Ossufo Momade, justificou com questões de segurança a sua mudança para a Serra da Gorongosa, escreve o semanário Canal de Moçambique.