Nações Unidas destacam queda drástica de número de mortos civis no Iraque este ano

Nações Unidas destacam queda drástica de número de mortos civis no Iraque este ano

O número de civis vítimas de violência política no Iraque caiu drasticamente desde o início do ano, em grande parte devido à derrota dos ‘jihadistas’ do grupo terrorista Estado Islâmico.

O número de mortes passou das 2.014 nos primeiros cinco meses de 2017 para 477 no mesmo período deste ano, uma queda de 76,3 %, informou a Missão de Assistência das Nações Unidas no Iraque (UNAMI), citada pela agência de notícias francesa AFP.

No mesmo período, o número de feridos caiu de 2.977 para 939, (menos 68,4%).

Esta tendência é confirmada também pela Organização Não Governamental (ONG) Iraq Body Count.

De acordo com esta ONG londrina, o número de vítimas civis de violência política e religiosa reduziu de 7.708 nos primeiros cinco meses de 2017 para 1.818 no mesmo período de 2018, um decréscimo 76,4%.

Além disso, pela primeira vez desde a invasão norte-americana e o derrube do ditador Saddam Hussein, em 2003, as eleições (legislativas) de maio foram realizadas sem grandes incidentes.

Por outro lado, o jejum do Ramadão deste ano ocorreu, até agora, sem grande violência, ao contrário do que aconteceu em anos anteriores, quando houve ataques mortais.

 


RELACIONADOS

Nações Unidas destacam queda drástica de número de mortos civis no Iraque este ano

O número de civis vítimas de violência política no Iraque caiu drasticamente desde o início do ano, em grande parte devido à derrota dos ‘jihadistas’ do grupo terrorista Estado Islâmico.