Governo são-tomense e Banco Mundial assinam acordos de 12 milhões de dólares

Governo são-tomense e Banco Mundial assinam acordos de 12 milhões de dólares

O Banco Mundial (BM) assinou hoje com o Governo são-tomense dois acordos de financiamento no valor global de 12 milhões de dólares, destinados ao reforço de capacidade institucional e apoio orçamental.

São Tomé, 12 jun (Lusa) – O Banco Mundial (BM) assinou hoje com o Governo são-tomense dois acordos de financiamento no valor global de 12 milhões de dólares, destinados ao reforço de capacidade institucional e apoio orçamental.


Dos 12 milhões de dólares, seis destinam-se ao reforço de capacidade institucional e outros seis milhões são para apoio orçamental.


Fonte governamental disse à Lusa que estes dois financiamentos são concedidos em forma de empréstimos.


“O primeiro é um projeto de capacitação e vai beneficiar várias instituições, designadamente o Ministério das Finanças, Comércio e Economia Azul e da Justiça, Administração Pública e Direitos Humanos, bem como o Instituto de Estatística”, explicou o representante do Banco Mundial, Olivier Lambert.


O responsável referiu que o objetivo é “reforçar a supervisão bancária, melhorar a gestão dos recursos públicos e a capacidade de produção de estatísticas, que é muito importante para se decidir as políticas económicas”.


Relativamente ao apoio orçamental, o objetivo é “apoiar mais os esforços do Governo nos vários domínios do setor financeiro, ambiente de negócio, infraestruturas e apoio aos investimentos públicos”, acrescentou.


“Achamos que com esses dois acordos de financiamento, São Tomé possa ter uma boa capacidade para o futuro imediato, mas estamos a preparar outros projetos com o Governo”, disse o representante do BM, anunciando que a sua instituição pretende quadruplicar os recursos para o arquipélago.


Os dois acordos foram assinados por Olivier Lambert e pelo ministro das Finanças, Comércio e Economia Azul, Américo Ramos.


“Hoje o BM é dos maiores parceiros que nós temos em termos de financiamento, estão em várias áreas como a educação, transportes, energia, área económica e pensamos que a esse ritmo, nos próximos anos, poderemos atingir um nível de ajuda dessa instituição comparada àquela que vem fazendo nos outros países”, disse Américo Ramos.


O representante do Banco Mundial encontra-se em São Tomé desde domingo para uma visita de uma semana ao arquipélago.


Terá vários encontros na capital e na região autónoma de Príncipe com entidades governamentais, o governador do Banco Central de São Tomé e Príncipe (BCSTP) e representantes de organismos das Nações Unidas e da sociedade civil.


De acordo com um comunicado do Banco Mundial, a delegação irá encontrar-se com as instituições governamentais para avaliar a aplicação dos projetos.


Na Região Autónoma do Príncipe, Olivier Lambert reúne-se com o presidente regional para se inteirar sobre a realidade local e participará numa palestra subordinada ao tema “a Economia Azul no Contexto da Reserva Mundial da Biosfera da Região Autónoma do Príncipe.”



MYB // VM

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Governo são-tomense e Banco Mundial assinam acordos de 12 milhões de dólares

O Banco Mundial (BM) assinou hoje com o Governo são-tomense dois acordos de financiamento no valor global de 12 milhões de dólares, destinados ao reforço de capacidade institucional e apoio orçamental.