Observatório do Meio Rural de Moçambique debate escassez de água em Maputo

Observatório do Meio Rural de Moçambique debate escassez de água em Maputo

A organização não-governamental Observatório do Meio Rural (OMR) de Moçambique realiza hoje, em Maputo, uma conferência para debater a escassez de água em principais centros urbanos de Moçambique.

Maputo, 13 jun (Lusa) – A organização não-governamental Observatório do Meio Rural (OMR) de Moçambique realiza hoje, em Maputo, uma conferência para debater a escassez de água em principais centros urbanos de Moçambique.


O encontro vai juntar gestores públicos do setor e académicos para procurar soluções para a escassez de água nos principais centros urbanos de Moçambique, refere a organização em comunicado distribuído à imprensa.


“É possível reduzir os riscos de escassez. Para o efeito, são necessárias medidas concertadas entre vários atores que operam na captação, distribuição e utilização da água”, observa o OMR.


As cidades de Maputo e Matola e a vila de Boane, Sul de Moçambique, tem enfrentado nos últimos meses restrições no abastecimento de água, devido ao baixo nível de armazenamento na Barragem dos Pequenos Libombos.


A insuficiência da água na Barragem dos Pequenos Libombos deve-se à baixa precipitação na época chuvosa 2017/2018, que se seguiu a uma seca prolongada no ano anterior.



EYAC // VM

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Observatório do Meio Rural de Moçambique debate escassez de água em Maputo

A organização não-governamental Observatório do Meio Rural (OMR) de Moçambique realiza hoje, em Maputo, uma conferência para debater a escassez de água em principais centros urbanos de Moçambique.